Comitê de Biotecnologia

Avaliação da segurança de OGM (organismos geneticamente modificados) à saúde humana, animal e ao meio ambiente.

Histórico e Justificativa

O uso da biotecnologia, particularmente a modificação genética através de técnicas como a do DNA recombinante, vem sendo difundida por ser uma das ferramentas que possibilitam a otimização das técnicas produtivas existentes, o aumento no rendimento industrial e agrícola, a melhoria do conteúdo nutricional e a melhoria das características de processamento e armazenagem de alimentos.

Considerando que a pesquisa e a comercialização de OGM vêm crescendo pelo mundo e no Brasil, o ILSI Brasil criou, em 1999, o Comitê de Biotecnologia, com o objetivo de contribuir com a disseminação do conhecimento científico ligado a esta área. Este comitê segue as diretrizes de trabalho do ILSI Center for Environmental Risk Assessment (CERA) e Health and Environmental Sciences Institute (HESI).

Objetivos

  • Colaborar com o melhor entendimento dos aspectos científicos relacionados à segurança alimentar e ambiental de OGM e aos seus benefícios.
  • Prover informação científica atualizada que contribua para o desenvolvimento e capacitação dos técnicos da iniciativa privada, governamental e da área acadêmica.
  • Colaborar com as iniciativas do CERA e HESI.

Ações Realizadas em 2016 e Plano de Ação 2017