Screening Nutricional Pediátrico: uma ferramenta prática para o consultório


Screening Nutricional Pediátrico: uma ferramenta prática par ao consultório

A infância e adolescência caracterizam-se pelo crescimento físico progressivo e acelerado. Este tema pediátrico tem recebido constante atenção de pediatras e profissionais de saúde infantil. Além dos desvios antropométricos, os erros alimentares e as deficiências de micronutrientes, principalmente nos primeiros anos de vida, podem ser os primeiros sinais de algum problema de saúde e podem resultar em doenças em curto, médio e longo prazos. Desta forma, o monitoramento nutricional torna-se uma  valiosa ação de acompanhamento do crescimento e identificação oportuna de possíveis distúrbios nutricionais e doenças associadas. De forma geral, a avaliação nutricional de crianças e adolescentes é composta por quatro áreas de atenção:

1. Avaliação do consumo e do comportamento alimentar: realização de inquéritos alimentares;

2. Avaliação clínica: investigação de sinais e sintomas, e realização de exame físico.

3. Avaliação antropométrica: aferição das dimensões corporais e comparação dos valores dos índices antropométricos com os da população de referência;

4. Avaliação laboratorial e de exames subsidiários: uso de métodos bioquímicos e de imagem para estimativa do estado metabólico e nutricional relativo aos nutrientes.

O objetivo deste documento científico foi descrever as características de uma boa avaliação nutricional de crianças e adolescentes em acompanhamento ambulatorial de forma prática para uso de profissionais de saúde. Fornecemos um guia prático dividido nestas quatro áreas com informações para nortear a investigação dos distúrbios nutricionais, o raciocínio diagnóstico e a tomada de decisão clínica.