Share
Save

Biotecnologia – Adriana Cheavegatti Gianotto (CTC)

O Comitê de Biotecnologia do ILSI Brasil foi criado em 1999 motivado pelo crescente interesse na realização de pesquisas e início da comercialização de Organismos Geneticamente Modificados (OMGs) em alguns países. O Comitê de Biotecnologia tem, desde sua origem, promovido estudos, pesquisas e publicações com informações científicas que colaboram para o melhor entendimento dos aspectos relacionados aos benefícios dos OGMs, aliados a sua segurança alimentar e ambiental.

Observamos, ao longo destes mais de 20 anos de história, os OGMs se tornarem uma realidade em nossa rotina, tanto na alimentação humana e animal quanto na aplicação industrial e farmacêutica. O uso da Biotecnologia, particularmente, a modificação genética por meio de técnicas como a do DNA recombinante, se difundiu tão intensamente porque ficou claro que essa ferramenta possibilita a otimização das técnicas produtivas existentes, o aumento no rendimento industrial e agrícola, a melhoria do conteúdo nutricional e das características de processamento e armazenagem de alimentos.

Nosso trabalho é mostrar, por meio de estudos científicos, a segurança destes processos. Parte de nosso trabalho também é mostrar que essa tecnologia já se demostrou segura e benéfica para desmistificar alguns preconceitos ainda existentes quanto à segurança alimentar e ambiental dos OGMs.

Conheça nossa publicação “Atualidades em Biotecnologia: Segurança Alimentar e Novas Técnicas de Melhoramento”.

Mais sugestões de conteúdo:
Capalbo, D. M., Macdonald, P., Fernandes, P. M. B., Rubinstein, C., & Vicién, C. (2019). Familiarity in the Context of Risk Assessment of Transgenic Crops: focus on some countries in the Americas. Frontiers in Bioengineering and Biotechnology, 7.

Artigo publicado pelo ILSI Brasil e ILSI Argentina. Material de conteúdo técnico sobre discussões que os dois branches do ILSI mantiveram sobre o tema Familiaridade. O resultado desse trabalho foi exposto em congresso internacional da International Society of Biosafety
Research (ISBR) na mesa redonda  Familiarity in the Context of Risk Assessment of Transgenic
Crops: Focus on Some Countries in the Americas