Share
Save

Extratos Botânicos: Aplicações em Nutrição e Qualidade

Sessão Virtual, Go to Webinar
28/10/2020
28/10/2020

Extratos botânicos trazem grandes benefícios à saúde, mas não são prioridade nutricional na América Latina

O consumo de frutas e vegetais entre homens e mulheres na América do Sul é inferior à porção diária recomendada

A Força-Tarefa Alimentos Funcionais do International Life Sciences Institute do Brasil – ILSI Brasil – realizou, no dia 28 de outubro, o webinar “Extratos Botânicos: Aplicações em Nutrição e Qualidade”,  para discutir as evidências acerca dos principais benefícios desses preparos.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), doenças crônicas não-transmissíveis (DCNT) foram responsáveis por cerca de 71% das mortes ocorridas no mundo em 2016. No Brasil, neste mesmo ano, cerca de 74% do total de mortes foram atribuídas às DCNT, com destaque para as doenças cardiovasculares (DCV). A alimentação saudável é uma poderosa aliada na luta contra estas doenças. Alimentos de origem vegetal, por exemplo, são fontes de compostos bioativos. Não por acaso, evidências científicas demonstram que o consumo de frutas e vegetais está associado à redução do risco de DCV.

Em uma das palestras realizadas durante o webinar, os participantes puderam conferir as principais diferenças entre alimentos e medicamentos fitoterápicos, a fim de entender como deve ser a prescrição correta. Esta aula foi ministrada pela Dra. Vanderli Marchiori, que é membro da Associação Brasileira de Fitoterapia (ABFit), Fundadora e ex-Presidente da Associação Paulista de Fitoterapia, Fundadora da Sociedade Brasileira de Nutrição Esportiva, Fitoterapeuta pelo Medicina Natural Alternativa no Manchester Institute of Medicine e Especialista em Nutrição Clínica Funcional (CVPE). Ela listou ainda as propriedades de alguns componentes vegetais e seus benefícios para a saúde.

O Zingiber officinalis (gengibre), por exemplo, foi exposto pela Dra. como um vegetal rico em compostos fenólicos, que auxiliam na diminuição do stress oxidativo pela inibição dos radicais livres, além de suas ações antinflamatórias. Ela alertou, entretanto, sobre reações adversas. “Indivíduos com problemas gástricos podem desenvolver ardor e mal-estar, devendo-se reduzir sua ingestão. Há, também, limitações quanto ao uso em indivíduos com doenças cardíacas, cálculo renal, disfunções hepáticas, diabéticos e hipoglicêmicos, pois, em doses elevadas, poderá desencadear sonolência”, comentou a Dra, lembrando que o uso deve ser acompanhado por um Nutricionista.

O outro convidado do ILSI Brasil, o Dr. Charles (Chun) Hu, Gerente do Centro de Nutrição Chinesa da Amway, falou sobre os desafios e oportunidades no consumo de extratos botânicos. E definiu os fitonutrientes como compostos bioativos derivados de plantas, associados a efeitos positivos para a saúde, que podem ser encontrados em frutas, vegetais, ervas, nozes e grãos. Ressaltou, ainda, que é importante consumir estes vegetais, associando sempre quantidade e variedade.

Afirmou também que, apesar de trazerem grandes benefícios à saúde, os alimentos à base de plantas não são consumidos devidamente em todo o mundo. “60 a 85% dos adultos em todo o mundo não consomem o mínimo de vegetais recomendados diariamente”, comentou o Dr. Hu. Na América do Sul, os números atingem o mínimo destes resultados. “60% de homens e mulheres nesta região não consomem a recomendação diária de cinco porções (400g) de frutas e vegetais”, completou.

Por causa desse déficit, poderá existir a necessidade de suplementação de nutrientes botânicos. Nos Estados Unidos da América, por exemplo, somente em 2018, foram mais de U$ 150 milhões em total de vendas de suplementos.

Descubra outros dados relacionados ao consumo de plantas e suplementos com base em extratos botânicos assistindo ao webinar completo aqui:

O ILSI Brasil disponibiliza, ainda, gratuitamente uma publicação completa sobre as evidências científicas do uso de extratos botânicos a favor da nutrição, resultado de uma pesquisa conjunta das Forças-TarefasAlimentos Funcionais e Nutrientes e Suplementos Alimentares. Acesse aqui: https://bit.ly/35FzOEq